Tenho Interesse

Saiba o que não fazer na hora da mudança para a casa nova

Confira o que você não deve fazer na hora de mudar de residência.

O planejamento para uma mudança de residência sempre vem acompanhado de grandes preocupações, principalmente para aqueles que estão se mudando pela primeira vez.

Encontrar a casa dos sonhos e realizar a mudança nem sempre é uma tarefa fácil, porém, não precisa ser motivo para dor de cabeça. Seja a realização de morar no bairro desejado ou o sonho da primeira casa própria, mudar de residência pode significar o início de um novo ciclo, uma nova fase ou até mesmo uma nova vida, como é o caso das pessoas que conquistam a independência financeira, casam-se ou por causa da chegada dos filhos.

A mudança sempre está cercada de boas expectativas, e, por esse motivo, deve ficar marcada na sua história como um grande feito, uma grande conquista.

Saber o que precisa ser feito antes de se mudar para a casa nova é muito importante, da mesma forma que é importante saber o que não fazer nessa hora. Para ajudar você a transformar essa tarefa desafiadora em algo fácil e prazeroso, preparamos um artigo com várias dicas práticas para serem  aplicadas no seu planejamento de mudança.

Boa leitura!

Não embalar os pertences com antecedência

A gente sabe que o brasileiro adora deixar tudo para a última hora, não é? Mas escolher o planejamento da mudança para fazer isso, certamente não é uma boa alternativa. Todas as pessoas têm um potencial de acumular coisas que já não têm mais utilidade, funcionalidade, ou que simplesmente não faz nenhum sentido ainda estarem guardadas.

Ainda que você esteja pensando que a sua casa é pequena, que você não acumula muitos pertences e que não terá trabalho na hora de arrumar tudo, embalar todos os produtos e pertences lhe causará um enorme transtorno, e que só será mais prático caso você comece a fazer isso com antecedência.

LEIA TAMBÉM: Veja como usar o seu FGTS para realizar o sonho da casa própria

Inclusive, esse é um dos erros mais comuns que as pessoas cometem antes da mudança, principalmente aqueles que nunca realizaram uma. Obviamente, existem alguns pertences que não podem ser embalados com antecedência, mas com certeza você tem produtos que podem ser embalados algumas semanas antes da mudança, como objetos de decoração, por exemplo.

Escolher a transportadora somente pelo preço

É verdade que uma mudança pesa bastante no bolso da maioria dos brasileiros. São muitos os custos envolvidos na mudança de residência. Certamente todo mundo tenta economizar um pouco em cada tarefa para reduzir essas despesas.

No entanto, existe um velho ditado que diz que “às vezes, o barato sai caro”. Esse ditado pode ser perfeitamente aplicado nessa regra. Aqui está outro erro que é frequentemente cometido pelas pessoas: escolher a transportadora apenas pelo preço cobrado.

Marcado pela informalidade, muitas pessoas conseguem cobrar valores abaixo do preço do mercado e acabam seduzindo pelo valor do serviço prestado.

Porém, vale ressaltar que muitos desses prestadores de serviço não possuem a estrutura necessária para realizar um transporte de qualidade, especialmente no que se refere à frota, embalagens e capacidade técnica dos profissionais. O resultado disso pode ser os seus móveis e outros pertences danificados.

LEIA TAMBÉM: Dicas de como mobiliar e decorar seu apartamento

Por essa razão, a nossa dica é que você compare os preços, mas também todos os detalhes dos serviços oferecidos pelas empresas e não deixe de checar os feedbacks dos clientes na internet.

Não identificar as caixas

Com tantas caixas, malas e organizadores, certamente esquecer de identificar cada um desses itens será um erro que você não vai desejar cometer.

Sem identificar precisamente cada caixa, você passará dias muito intensos e estressantes em meio à pura bagunça, confusão e desorganização, procurando itens e objetos em todas as caixas, revirando tudo até cansar ou desistir de encontrá-los.

Com a identificação, além de facilitar a procura por caixas e pertences específicos depois que estiver no novo lar, ajuda também no transporte. Outra dica importante é que na hora de identificar as caixas, você sinalize também aquilo que é frágil para evitar surpresas ruins depois.

Não se esqueça também de após embalar tudo com cuidado, fechar a caixa com muita fita e escrever o nome ou descrição dos itens que estão sendo carregados ali.

Gostou das nossas dicas? Continue acompanhando o nosso blog para receber mais informações sobre mudanças, mercado imobiliário e sobre a cidade de Araraquara (SP).

Open chat