Tenho Interesse

Como comprar um apartamento: tudo que você precisa saber

Imagem mostra como comprar um apartamento

Você sabe como comprar um apartamento? Se você tem o sonho de morar em um imóvel próprio, então precisa aprender que o procedimento de se tornar dono daquele apartamento dos sonhos não é tão simples quanto parece.

Atualmente, ter uma casa própria é o sonho de consumo mais comum dos brasileiros, ao lado de ter um carro. Além disso, atualmente é um ótimo período para finalmente tirar esse sonho do papel, graças ao cenário macroeconômico que entrega juros baixos.

Portanto, esse é o momento ideal para aprender como comprar um apartamento e finalmente sair do aluguel. Quer saber mais? Então siga a leitura abaixo!

3 passos para aprender como comprar um apartamento

Nós montamos um pequeno guia com alguns passos para que você possa aprender como comprar um apartamento do jeito certo. Confira a seguir!

1. Faça um planejamento financeiro

O primeiro passo para finalmente tirar esse sonho do papel é montar um planejamento financeiro que torne a sua aquisição mais acessível. Afinal, não dá para negar que comprar um imóvel é um investimento e tanto.

Por isso, você deve começar o seu planejamento definindo mais ou menos quanto você pode pagar por mês de parcelas no seu financiamento.

Segundo a Lei de Comprometimento de Renda, a parcela de qualquer financiamento só pode chegar a 30% de toda a sua renda bruta mensal. Isso inclui, claro, o seu salário e o do seu cônjuge, se for o caso. Se você tiver filhos que já trabalham e moram em casa, o salário deles também pode ser incluso nesse cálculo, bem como de outras pessoas que morem com vocês.

Vamos supor que um casal de jovens, ambos com 25 anos, acabou de se casar e quer morar em um apartamento próprio. Ele é um profissional de marketing e ganha R$2.500,00, enquanto ela é uma programadora iniciante que tem o mesmo salário. Juntos, portanto, eles têm R$5.000,00 de renda mensal.

Considerando o limite da lei, o máximo de parcela que eles podem pagar no financiamento imobiliário é R$1.500,00.

O próximo passo do planejamento é escolher o imóvel que eles gostariam de comprar e fazer uma simulação de financiamento imobiliário. Dependendo do valor do apartamento, será necessário arranjar o montante para uma entrada.

Para isso, o casal precisará juntar dinheiro todos os meses até alcançar o valor adequado para a entrada do imóvel. Só então eles estarão prontos para finalmente iniciar o processo jurídico de comprar um apartamento.

2. Escolha o tipo de financiamento mais vantajoso

Existem várias maneiras de financiar um imóvel. Diante disso, é importante analisar o seu contexto para ver qual é a mais vantajosa e qual permitirá que você realize seu sonho mais cedo.

Por exemplo, você pode escolher comprar um imóvel pelo Minha Casa Minha Vida (caso se encaixe nas regras do programa) ou por outros recursos dentro do SFH (Sistema Financeiro da Habitação) e do SFI (Sistema de Financiamento Imobiliário).

Além desses dois sistemas, é possível escolher entre dois regimes diferentes de quitação da dívida: a Tabela Price e a Tabela SAC.

Na primeira, você paga parcelas que são fixas durante todo o financiamento. É a melhor opção para quem não tem uma renda mensal muito alta e que busca uma estabilidade na hora de pagar a dívida. Nesse caso, o total financiado tende a ser maior pois pagamos mais juros no começo, quando o saldo ainda é alto. 

Já na Tabela SAC, o valor das parcelas é decrescente, ou seja: primeiro pagamos valores mais altos e, com o tempo, o montante das parcelas vai diminuindo até ficar bem menor. É a melhor opção para quem tem uma renda mais alta pois pode lidar com parcelas maiores no começo da dívida. Além disso, permite que você pague menos juros no total pois há maior amortização do saldo devedor logo no começo do financiamento.

3. Decida entre comprar um imóvel na planta ou pronto

O terceiro passo de como comprar um apartamento é decidir se você vai adquiri-lo na planta ou se vai comprá-lo com a construção já finalizada. Existem vantagens e desvantagens nas duas formas.

Comprar um imóvel na planta tem como desvantagem ter de esperar mais para poder se mudar. Afinal, é necessário aguardar toda a construção ser finalizada. No entanto, é um investimento menor (cerca de 30% a menos na média), que permite maior valorização e ainda há a possibilidade de maior customização do resultado final.

Já com o imóvel pronto, não há como customizá-lo e o preço é maior, mas você pode mudar imediatamente. Por isso, essa é a melhor opção para quem tem pressa.

E aí, aprendeu como comprar um apartamento? Com essas dicas, ficará muito mais fácil realizar o seu sonho de ter um imóvel. 

Se você quer avançar na realização do seu sonho, venha conhecer o Parque do Sol, em Araraquara, e saiba como podemos ajudar você a conseguir o seu imóvel próprio!

Open chat